terça-feira, 11 de setembro de 2012

Tecnologia Arcaica?


Ainda lembra das "antigas" tecnologias?


Ainda ouço muito sobre a questão de conseguirmos dominar ou conhecer o maior número de tecnologias que possivel.

Contudo, as vezes, damos tanto valor ao que está vigente (ou melhor na "moda") que acabamos esquecendo de como utilizar as ferramentas mais simples até mesmo para otimizarmos nosso tempo em algumas situações.

Este é o exemplo das cartas, pois o que mais li nos e-mails que recebi na semana passada foram dúvidas acerca de como enviar uma carta para seu colegas, ou melhor, seu destinatário.


Ao contrário do que muita gente acha, essa parte da carta é considerada como a parte de trás, que inserimos as informações do remetente, ou seja, da pessoa que está enviando a carta, como já está ilustrado na imagem.


Já esta, fica a parte de frente da carta (a parte lisa, sem abas) - sendo que as informações são as mesmas que está localizada na primeira imagem de carta.

Mesmo sabendo que você possa estar achando besteira este post, sei que poderá está ajudando muitos que não faziam ideia sobre esta informação que estou passando, pois os mesmos ficam com vergonha de perguntar e ser taxado por não saber.

No mais, espero que tenham gostado do post e qualquer dúvida é só entrar em contato e farei o máximo para dar uma resposta convincente...rs.

E você, já ficou alguma vez morrendo de vontade de tirar sua dúvida sobre algum assunto e não o fez por que pensou no que os outros achariam? Se a resposta for um sim, o que você faz para driblar tal vergonha?





  

14 comentários:

  1. Olá Luks,

    Adorei o post, ainda me lembro quando recebia cartas, era tão bom, depois que inventaram o e-mail, nunca mais as recebi, que pena!

    Obrigada pela visita

    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pela participação, é sempre bom rever o que há de bom...rs. Com as parcerias das editoras que tenho, até osa Carteiros estranham "tantas" cartas e pacotes que recebo...rs.
      Att.,
      Luks

      Excluir
  2. Oi Luks!
    Que ótimas dicas, adorei! Agora eu já dominei esta tarefa, pois com o blog tenho enviado muitas encomendas pelo correio, mas lembro que antes eu não sabia nada disso.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, não tem como esquecermos desta prática continua...rs. Um dos milhares pontos positivos de ser um blogueiro e ter parcerias...rs.
      Att.,
      Luks

      Excluir
  3. rsrsrs A gente acha engraçado quando lê um post assim, mas recentemente, acabei enviando um livro a mim mesma...sorte que o moço do correio me alertou e corrigiu o erro.
    Não que eu não sabia, mas a correria..(é preciso culpar alguém)rs
    Sou fã da modernidade,mas faço questão de preservar antigos hábitos..e acredito que isso nos tire de algumas coisas enroladas..rs

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, a correria muitas vezes acaba pregando cada peça...rs.
      Att.,
      Luks

      Excluir
  4. Puxa, Luks, que post legal! Voltei no tempo! Mandei muitas cartas para primas distantes, amigos, troquei postais... Tempos bons! A ansiedade da espera pela correspondência, o prazer de abrir e devorar uma carta esperada... A modernidade deixou tudo mais prático, porém sem essa emoção.

    ResponderExcluir
  5. AMO! nossa, mandava MUITAS cartas antigamente, mt legal ver denovo!

    www.tofucolorido.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom que você gostou... Confesso que mando mais cartas por agora, o blog acaba estimulando...rs.
      Att.,
      Luks

      Excluir
  6. Adoro tecnologia, mas também não resisto às coisas antigas, acho lindo receber cartas. Mas infelizmente isso é bem incomum hoje em dia!
    Blogueiros é que costumam ter mais contato com isso por estarem sempre enviando algo pelo correio ;)

    Beijitos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou bem ligado às coisas antigas... Realmente, temos mais contato com os correios, principalmente por causa das promoções...rs.
      Att.,
      Luks

      Excluir
  7. Oi, Luks!!
    Em toda a minha curta vida (16 anos) recebi uma carta, muito especial porque veio de uma amiga virtual minha... Mas, sinceramente, eu nunca tinha parado pra prestar atenção em como são colocadas as informações num envelope, sempre achei que nem fizesse diferença. Eu tenho mais contato são com os envelopes maiores, caixas de papelão afins em que chegam meus livros *---* Adorei o post :D

    Gih,
    atualizado, comenta? http://jeito-inedito.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pela visita, e adorei sua sinceridade...
      Att.,
      Luks

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...